Gostou de algum artigo? Quer usar alguma imagem ou post? Clique aqui e saiba como fazer:

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Estante versão 2.009


Oi, Benhês.
Finalmente descobri o problema técnico com a minha câmera: eu. Sim, sim, sim... ela está encostada há quase cinco meses, porque eu achei que não estivesse mais funcionando corretamente. Ainda bem que alguém aqui em casa tem conhecimentos técnicos o suficiente pra impedir que eu pague o maior mico ao reclamar do suposto mau funcionamento da câmera lá na loja. Dãããããããr...
Fiquei extremamente feliz com essa minha notícia e resolvi que postaria aqui a minha estante versão 2009. Dá pra ver que está diferente da versão 2005: tem mais livros, algumas coisas sumiram para dar lugar a outras coisas (e livros). Fiz um "mapinha" da minha biblioteca:
01 - Livros de não-ficção: em sua maioria, são livros de história, ciências sociais, sociologia, pedagogia e metodologia do ensino. O primeiro livro comprado com o meu suado dinheirinho pertence a essa "parte" da biblioteca e se chama Sociologia Crítica, do Pedrinho Guareski.
02 - Livros de literatura: em sua maioria, são livros de ficção que não pertencem a nenhuma "coleção de volumes". Ou seja, que não tem nenhuma "sequência". Aí estão os livros da minha adorada Agatha Christie, e outros como os livros do Dan Brown - que não são sequência, embora pertençam ao mesmo autor.
03 - Livros de literuatura: em sua maioria, são livros de ficção que pertencem a alguma "coleção de volumes". Aí estão a coleção completa de Harry Potter, As Brumas de Avalon, e quase quase completa está também a coleção de O Guia do Mochileiro das Galáxias.
Confesso que alguns livros de história da música estão nessa parte 03 também: são os livros pelos quais eu tenho o maior carinho, mimo, cuidado e bla bla bla.
04 - São livros muito grandes pra ficarem "em pé" na prateleira, então eu os deixo "deitados". Tem três livros que eu morro de orgulho aí: O Código da Vinci (versão ilustrada), O Diário da Turma 1976-1986: a história do rock de Brasília (meu xodó) e, babem... baaaaabem muuuuito... mas baaaaaaaaabem mesmo... porque eu tenho uma cópia em português do livro O Martelo das Bruxas. O que? Não ligou o "nome à pessoa"? MALLEUS MALEFICARUM diz alguma coisa pra você? Sim, sim, sim... eu tenho essa cópia (xerocada - mas tenho). E isso graças á minha amigairmã Van, que deu um jeito de arranjar o livro pra mim. A-dooooooo-ro. Agradeço eternamente, Vanzoca do meu coração.
05 - Dicionários: também deitados estão a minha "coleçãozinha" de dicionários. Não vão achando que o "coleçãozinha" foi uma forma de dizer "olhem só quantos dicionários eu tenho, liruuu liruuu". De jeito nenhum. "Coleçãozinha" porque ainda pretendo aumentar o número de dicionários técnicos que eu tenho. E ainda recomendo pra quem faz tradução, ainda que de abstracts para TCCs: vale a pena gastar dinheiro com esses dicionários:
* eles se pagam em no máximo três traduções que você faz com o uso deles
* você pode citar aos possíveis clientes que você tem uma coleção de dicionários técnicos que vai te ajudar a traduzir qualquer texto de maneira eficaz e precisa
* vamos ganhar dinheiro, né gente... nem que for pra comprar mais um dicionário! kkkkkk
Minha intenção, com o tempo, é mostrar as prateleiras mais de perto, comentar os livros que eu mais gosto, quais que eu detestei, etc... Tem filhotes faltando na prateleira porque alguns estão emprestados (ain... meu coraçãozinho quase infarta só de pensar que meus filhotes estão longe de mim, embora eu saiba que estão bem cuidadinhos).
Cy: adorei saber que você aparece por aqui de vez em quando. Quem sabe um dia não consigamos assistir As Brumas de Avalon ou Rei Arthur juntas numa sessão de pipoca de encontro de chat? kkkkkkkkkkkkkkkk Tomara, né?
Beijos, benhês!

2 comentários:

Daniel disse...

Não sabia que você era tão metódica nas arrumações dos livros, Lu.

Se alguém chegar na sua estante e trocar um monte de livro de lugar, o que você faria? kkkkkkkkkkkkkk

Mas achei maneiro que você realmente tem afeto pelos livros que tem, isso é maneiro, eu gosto dos meus, mas sou relapso e os deixo todos desorganizados e uso como desculpa para mim mesmo que quando comprar uma estante melhor organizarei, kkkkkkkkkkkk

beijão

Van disse...

Bebês de páginas!
Amo!